Noter la vidéo Nombre de vues Commenter NOTER LA VIDÉO NOMBRE DE VUES COMMENTER J’aime sur Facebook (nouvelle fenêtre)
Vu 163 fois
OK
DESCRIPTION TRANSCRIPTION

L'ÉCOLE EXPLIQUÉE AUX PARENTS - A MISSÃO DA ESCOLA EM FRANÇA

Destinado aos pais, esta série de 5 vídeos apresenta a Escola em França, a sua organização, as missões e explica todas as etapas da escolaridade das crianças. Este vídeo traduzido em 9 línguas apresenta aos pais as missões e os princípios da Escola em França.

UNE VIDÉO PRODUITE PAR

A Escola explicada aos pais A missão da Escola em França Dirigimo-nos aos pais com um ou mais filhos. Todas as crianças residentes em França, tanto francesas como estrangeiras, têm o direito de frequentar a escola, independentemente da sua origem, religião, cor da pele ou sexo. Atualmente, todas as crianças portadoras de deficiência podem ser acolhidas na escola. A missão da Escola consiste em transmitir conhecimentos, fomentar a aprendizagem, permitir às crianças que desenvolvam competências e prepará-las para uma futura profissão. Em França, o ensino público é gratuito: as crianças frequentam os estabelecimentos de ensino, da infantil ao secundário, sem pagar propinas. Os livros são-lhes emprestados gratuitamente. Só é necessário comprar material escolar como lápis ou cadernos, pagar a cantina ou o internato se a criança comer e dormir na escola, e contribuir para algumas despesas. Se a opção for frequentar uma escola privada, terão de ser pagas as despesas escolares. A escolaridade é obrigatória entre os 6 e os 16 anos, mas convém matricular as crianças na infantil logo aos 3 anos, ou mesmo desde os 2. Elas aprendem a viver com as outras, a comunicar, a falar, a desenhar, etc. Depois aprendem a ler, escrever e contar e a compreender. Aprendem a gostar da escola e a lá desabrocharem. A escolaridade não acaba aos 16 anos, os jovens são incentivados a prosseguir os estudos. As famílias e a escola têm o mesmo objetivo: que a criança aproveite a escola e se torne um cidadão com direitos e deveres. Ao lado dos professores, os pais têm um papel a desempenhar: acompanhar, vigiar e incentivar os filhos nos seus estudos. Compete aos pais ajudar os filhos a escolher uma orientação e uma formação, para que se tornem futuramente arquitetos, marceneiros, jornalistas, pintores, veterinários, livreiros, contabilistas, floristas, secretários, químicos, arqueólogos, polícias, pediatras, estilistas, pilotos, fotógrafos, antiquários, guias-intérpretes, rececionistas, biólogos, cineastas, geómetras, etc.